Publicidade
Publicidade

PEC

Parecer favorável a PEC de Amastha pode barrar candidatura de prefeito ao Palácio Araguaia

Proposta recebeu parecer favorável do relator e deve ser votada na próxima semana

09/08/17 16:13 | Atualizado em: 10/08/17 08:53

O crescimento nas pesquisas do prefeito Carlos Amastha (PSB) para uma possível candidatura ao Palácio Araguaia está preocupando os adversários.

Após o resultado da pesquisa Ibope, encomendada pela Associação Comercial e Industrial de Palmas (ACIPA), divulgada no último sábado, 05, onde Amastha aparece 27% das opções de voto (812 eleitores foram ouvidos), o prefeito passou a incomodar ainda mais.

Coincidentemente, o deputado federal Sóstenes Cavalcante (DEM/RJ), relator da Proposta de Emenda Constitucional 306/2017 - que prevê que apenas brasileiros natos possam preencher os cargos de senador, governador, vice-governador e o de ministro das Relações Exteriores - apresentou parecer favorável à proposta. O documento já foi protocolado e deve ser apreciado na próxima terça-feira, 15.

A PEC é vista por muitos como uma estratégias de possíveis candidatos ao governo estadual para barrar a candidatura do prefeito ao Palácio Araguaia.

O deputado Carlos Henrique Gaguim (PMDB) é um dos apoiadores da proposta. Para Gaguim, a PEC é importante para 'resguardar a segurança nacional'. Mas para muitos a atitude tem cunho político. O deputado chegou a sugerir que para resolver o problema basta o prefeito de Palmas renunciar a cidadania colombiana.