Publicidade

ACIDENTE

Estado de saúde de médico que foi atropelado neste fim de semana ainda é grave

14/11/17 16:53 | Atualizado em: 14/11/17 16:53

O ginecologista Pedro Caldas, atropelado no último domingo, 12, quando estava correndo na TO-050 passou por mais uma cirurgia neurológica e seu estado de saúde é considerado grave, porém estável. Pedro está internado no Hospital Oswaldo Cruz na Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O médico foi atropelado enquanto corria com um grupo de amigos que eram ciclistas. Pedro teria sido atingido por uma motorista que apresentava sinais de embriaguez. Ele foi arremessado no para-brisas do carro.

Em nota,atletas que integram a Liga de Ciclismo Federados do Bolão (FDB) manifestaram solidariedade e orações ao médico. "Que ele recupere do atropelamento ocorrido durante treinamento... Também cobramos da gestão pública municipal de Palmas a imediata criação e implementação de pelo menos uma Área de Proteção aos Ciclistas de Competição (APCC).

O atropelamento ocorreu próximo ao Departamento de Estradas de Rodagem do Estado do Tocantins (Dertins). O médico estava com um amigo quando foi atingido por um carro.

Conforme a Polícia Militar, o veículo estava sendo conduzido por Iolanda Costa Fregonesi, que quis apresentar aos policiais sua carteira de habilitação e também não realizou o teste do bafômetro. A motorista foi encaminhada para a Central de Flagrantes, mas pagou fiança e irá responder em liberdade.