PALMAS

Sesmu alerta para crime de divulgação de blitze em redes sociais e intensifica fiscalização neste fim de semana

13/01/18 09:52 | Atualizado em: 13/01/18 09:01

Aline Batista
Para garantir a segurança e o bem estar de quem circula nas vias de Palmas, Agentes de Trânsito com o apoio da Guarda Metropolitana intensificarão blitze da operação Lei Seca na Capital começou  nesta sexta-feira (12) e vai  até o domingo (14). A operação será montada em pontos estratégicos próxima a bares e em locais que existe grande concentração de consumo de bebida alcoólica.



“Nossas equipes estarão nas ruas com o propósito de inibir a direção sob o efeito do álcool. Somente dessa forma conseguiremos reduzir ainda mais os números de mortes e preservar a vida dos que trafegam por nossa cidade”, relata o secretário de Segurança e Mobilidade Urbana (Sesmu), Major Leonardo.



Grupos de informações de blitze é crime



Previsto como crime, conforme artigo 265 do Código Penal, a prática de divulgação de blitze em redes sociais, principalmente nos grupos de WhatsApp, pode levar a reclusão de 1 a 5 anos mais multa para o condenado. Com isso, a Sesmu alerta a população para que não repasse qualquer tipo de informação sobre os locais das blitze. Denúncias podem ser feitas no 197.




"As blitze existem para que as pessoas entendam que os agentes estão na rua fiscalizando, e que o condutor não deve dirigir embriagado, isso salva vidas. E quando você divulga um local de operação nas redes sociais, você presta um desserviço para a comunidade", reforçou Major Leonardo alertando que durante as ações integradas podem ser abordados, ainda, criminosos ou pessoas em atitude suspeita.