Publicidade

ESTADO

Decisão sobre permanência de Marcelo Miranda deve sair nesta semana

Governador começa semana com agenda oficial extensa

16/04/18 10:54 | Atualizado em: 16/04/18 11:00

A semana começa cheia de expectativas na política tocantinense. Continuam na pauta do Tribunal Superior Eleitoral os embargos impetrados pelo governador Marcelo Miranda e sua vice, Cláudia Lélis, contra a cassação de seus mandatos.

A sessão do pleno do TSE acontece nesta terça-feira, 17, às 19 horas. E os recursos foram colocados em análise pelo ministro Luiz Fux.

Enquanto a decisão definitiva sobre sua permanência não sai, Marcelo Miranda continua cumprindo sua agenda oficial. Nesta segunda-feira, 16, ele lançou oficialmente a Agrotins e entregou tratores do programa Terra Forte.

Já nesta terça-feira, 17, no dia de seu julgamento, o gestor vai a Porto Nacional entregar obras de infraestrutura feitas pelo Governo na cidade.

MDB

O MDB aguarda a decisão definitiva do tribunal para poder discutir os rumos do partido. Sua maior liderança, Marcelo Miranda, deve ficar inelegível caso o TSE mantenha a decisão, por isso a sigla já começa a estudar outras opções.

A cassação de Marcelo Miranda poderá diminuir a sigla no estado. Após a expulsão de Kátia Abreu, no final de 2017, o governador passou a ser o único protagonista da agremiação.

Para não minimizar o seu papel nas eleições deste ano, a sigla poderá optar por um substituto ao nome de Miranda. Na semana passada áudios que circularam nas redes sociais chegaram a sugerir uma decisão em torno do nome de Waldemar Júnior, deputado estadual, mas a decisão oficial só deve ser tomada as partir de quarta-feira, 18.