Teste Genético

Aprendendo a viver!

https://blogalinedelara.blogspot.com.br/2018/05/teste-genetico.html

17/05/18 10:41 | Atualizado em: 17/05/18 10:14

Hoje quero explicar um pouquinho sobre um teste genético que muito se fala, quando se trata do câncer de mama ou ovários. Esse teste genético verifica se há alguma mutação BRCA1 ou BRCA2 em seu material genético (sangue ou saliva).

Então vamos ver porque saber disso interessa:
Qual é o risco de uma mulher saudável desenvolver câncer de mama a longo da vida? 13%. Este risco é menor antes dos 50 anos, aumentando após os 60 anos de idade. Já as mulheres com mutação BRCA1 ou BRCA2 têm um risco de contrair a doença durante a vida muito maior e em uma idade mais jovem (mais de 80%).

Quando se têm o diagnóstico de câncer, o fato de descobrir se você desenvolveu ele por ter herdado mutações genéticas ou não, interfere nos rumos do seu tratamento. E mesmo sem ter o diagnóstico de câncer, o resultado de uma mutação nos genes determinantes do câncer de mama, já faz você tomar algumas precauções como exames de rotina com mais frequência que a população normal e até mesmo fazer cirurgias preventivas. Como foi o caso da atriz Angelina Jolie, que há 5 anos publicou uma declaração de que havia decidido realizar a retirada das duas mamas após descobrir uma mutação genética que lhe trazia um risco de mais de 80% de desenvolver câncer de mama ao longo da vida.

As declarações da atriz tiveram repercussão mundial e popularizaram a cirurgia redutora de risco e o teste genético para pesquisa de genes relacionados ao aparecimento desta doença.