POLÍTICA

Vicentinho agradece homenagem por sua contribuição para Via Lago

13/06/18 14:57 | Atualizado em: 13/06/18 14:57

O senador Vicentinho Alves (PR), candidato a governador na eleição suplementar do dia 24 de junho, disse, nesta quarta-feira, 13, que a homenagem que recebeu do prefeito de Araguaína, Ronaldo Dimas (sem partido), do vice Fraudneis Fiomore e da Câmara Municipal pelo trabalho de ter, junto com a bancada federal no Congresso Nacional (coordenada por ele), liberado recursos que viabilizaram a construção da Via Lago foi uma honra muito grande. Agora, se eleito governador, Vicentinho destacou que irá fazer uma parceria para concluir o projeto, com a construção de grades de proteção, de banheiros e despoluição do Rio Lontra. “Nasci à beira do rio em Porto Nacional. Sei da importância de cuidar do meio ambiente, de cuidar do planeta, e a limpeza desse rio em Araguaína traz qualidade de vida e uma ação desenvolvimento sustentável”, destacou o senador, ao lembrar que o rio, limpo, pode sediar importantes competições esportivas e abrir caminho para colocar Araguaína no circuito de eventos sustentáveis.

O senador classificou a construção da Via Lago como uma obra “maravilhosa” e destacou que, além da frase citando o seu empenho para que a obra pudesse ser feita, os discursos do dia da inauguração o deixaram muito lisonjeado. “Foi fantástico e maravilhoso. Os araguainenses podem contar comigo porque nós vamos ser o governador amigo de Araguaína. Já fizemos muito e vamos continuar trabalhando pela população da cidade”, ressaltou Vicentinho.

O senador voltou elogiar o trabalho do prefeito Ronaldo Dimas e destacou que não é por que gestor respaldo o outro candidato que vai deixar de contribuir com a cidade. “Ronaldo Dimas sempre trabalhou com muita correção e o governo estadual será um verdadeiro parceiro da cidade. Ajudei o município como senador e, à frente do Palácio Araguaia, esse apoio será muito maior”, ressaltou Vicentinho.

Monte Sinai

O candidato destacou, ainda, que a parceria do Estado com Araguaína não pode ficar só na área nobre, mas se estender para os bairros. “Vou citar o Monte Sinai, como um exemplo. Esse é um bairro de gente trabalhadora que precisa demais da ajuda do poder público. E eu sei como ajudar. Um convênio para o asfaltamento e a instalação de uma unidade de saúde são as primeiras ações. O governo do Estado tem como ajudar e eu dou conta de fazer”, frisou o candidato.