PALMAS

Prefeita Cinthia recebe Missão Japonesa para discutir projetos voltados para cidades inovadoras

12/07/18 14:50 | Atualizado em: 12/07/18 14:50

Projetos baseados em conceitos tecnológicos desenvolvidos por empresas japonesas e que propõem soluções sustentáveis para cidades balizadas por gestões pautadas na eficiência foram apresentados à prefeita Cinthia Ribeiro na manhã desta quinta-feira, 12, em seu gabinete II, na Capital. Palmas foi citada pelos empresários como uma cidade com potencial para investimentos em projetos inovadores e bem avaliada por instituições financeiras brasileiras e internacionais. Estiveram presentes representantes das empresas NEC Corporation, IF Corp, TECGPS Engenharia e Consultoria e Nippon Koei Group.





Na reunião, a prefeita Cinthia Ribeiro reforçou a disposição de Palmas em investir em soluções que lhe garantam mais do que status, mas resultados de uma cidade inteligente à população. Indicadores que justificam a preocupação antecipada com soluções sustentáveis para cidades modernas pautaram as apresentações abertas com conceitos de integração de tecnologias nas chamadas cidades programáveis, a exemplo de sistemas propostos pela NEC Corporation, desenvolvedora do algoritmo biométrico considerado o mais eficiente já desenvolvido no mundo para parâmetros de população interracial.





A partir da apresentação desse sistema foram propostas, na ocasião, tecnologias integradas que garantem o sensoriamento urbano. “Cidades inteligentes fazem uso de sensoriamento baseado, por exemplo, em câmeras e dispositivos de medição, que garantem a coleta de informações para tomada de decisões através de processos automáticos”, disse Reginaldo Murata, representante da NEC Corporation. Tal tecnologia seria útil, conforme Murata, para monitoramento de contextos de intrusão, vandalismo, abandono de objetos suspeitos, furto, identificação de aglomerações e prevenção de desastres, por exemplo.





Sobre esse e outros projetos, Cinthia afirmou que Palmas precisa investir em parcerias que valorizem o dinamismo e o desafio de cidades que buscam o desenvolvimento eficiente no século XXI. “Temos interesse em investir em tecnologia e soluções necessárias para aplicação mais eficiente de recursos públicos e de um monitoramento inteligente que garanta mais segurança à nossa população”, enfatizou a prefeita Cinthia Ribeiro.





Outras propostas





Projeto apresentado pela IF Corp propõe a adoção de tecnologia, já em utilização no Japão, e que transforma lixo orgânico, hospitalar e até industrial em combustível, que abasteceria em média 50% da frota de ônibus usada no transporte público da Capital. Conforme detalhou Augusto Suzuki, presidente da F-Biz Serviços e Consultoria Ltda, o projeto torna realidade o combustível do futuro, que dispensa uso de combustíveis fósseis e de aditivos químicos, e serve de solução eficiente para a transformação de grande parte dos resíduos sólidos gerados na Capital. Atualmente, Palmas destina para o aterro sanitário, em média, 270 toneladas de resíduos por dia.





No encontro, também foram citados projetos envolvendo a produção sustentável de lâmpadas de LED que não usam metais pesados em sua composição e um novo sistema de filtragem para estações de tratamento de água que usa membrana de filtragem sem uso de produtos químicos, etc.





Participaram do encontro a secretária municipal de Segurança e Mobilidade Urbana, tenente-coronel Welere Gomes, o secretário municipal de Assuntos Estratégicos, Captação de Recursos e Energias Sustentáveis, Fábio Frantz, o superintendente de Serviços Públicos da Secretaria de Infraentrutura e Serviços Públicos (Seisp), João Marques, e representando o Conselho de Inovação e Desenvolvimento Econômico de Palmas (Cidep), Luciano Rosa e João William.