ESTADO

Em Pindorama, dupla é condenada após espancar homem até a morte

09/11/18 09:37 | Atualizado em: 09/11/18 09:37

A Justiça condenou, nesta quinta-feira (08/11), José Bonfim Rodrigues da Silva a 37 anos de reclusão e Fagno Rodrigues de Oliveira a 33 anos, pelo crime de latrocínio cometido contra Jaime Rocha Cavalcante, no município de Pindorama. A decisão é do juiz Jordan Jardim, da 1ª Escrivania Criminal da comarca de Ponte Alta do Tocantins.

Conforme a denúncia apresentada pelo Ministério Público Estadual, no dia 20 de agosto de 2015, os réus almoçaram na casa de Jaime e aproveitaram da oportunidade para subtrair de lá dinheiro e bens da vítima. Ao notar o fato e questionar os acusados, Jaime foi agredido com socos e pontapés e o espancamento resultou na morte dele, quatro dias após o crime.

“No presente caso a culpabilidade é elevada, uma vez que os réus ceifaram a vida da vítima Jaime por pura perversidade, eis que o mesmo não ofereceu qualquer resistência nem ao mesmo esboçou qualquer reação, apenas questionou aos acusados sobre os bens ausentes, dessa forma os acusados tinham plenas condições de subtrair-lhe os bens, sem, contudo, retirar a vida da vítima”, ponderou o magistrado na sentença.

José do Bonfim Rodrigues da Silva foi condenado a 37 anos, um mês e 15 dias de reclusão, além do pagamento de 290 dias-multa. Já Fagno Rodrigues de Oliveira foi condenado a 33 anos e nove meses de prisão e ao pagamento de 250 dias-multa.