Sustentabilidade

Iniciativa em escolas da rede pública premia crianças

06/12/18 15:12 | Atualizado em: 06/12/18 15:12

Incluir crianças e toda a comunidade no debate sobre conscientização e educação ambiental e debater sobre qual é a destinação correta para resíduos sólidos foi o objetivo de um encontro do setor de defensivos agrícolas que aconteceu na cidade de Porto Nacional, na noite desta quarta-feira, 06.

O evento premiou alunos de escolas públicas do município e apresentou ações sócio-ambientais do programa permanente de Educação Ambiental (PEA/INPEV) desenvolvido no Tocantins. A iniciativa foi realizada pela a Associação dos Revendedores de Insumos Agropecuários de Porto Nacional e Região (AREIA) em parceria com Associação Nacional dos Distribuidores de Insumos Agrícolas e Veterinários (ANDAV).
.
Com o tema 'Resíduos Sólidos Responsabilidade Compartilhada', a ação propôs a capacitação de alunos do 4º e 5º ano de oitos escolas da cidade e seus professores, por meio de material didático e o monitoramento das atividades realizadas com a temática.

Um concurso de desenho e redação premiou com um tablet cada um dos 16 alunos escolhidos na competição, oito alunos do 4º ano e oito crianças do 5º ano das escolas municipais de Porto. O equipamento deverá auxiliar na formação dos estudantes.

"O encontro, que teve também a participação do poder público, foi uma oportunidade para confraternizarmos e também integrar e apresentar as ações realizadas no meio sócio-ambiental. O que queremos é viabilizar a contribuição das famílias para promoção da conscientização das crianças", disse Joaney Tavares dos Santos presidente da Associação dos Revendedores de Insumos Agropecuários de Porto Nacional e Região (AREIA).

Já para André Fernando Caldato, executivo estadual da ANDAV, o projeto possibilita que os alunos tenham contato com temáticas ligadas ao meio ambiente que podem impactar futuramente estas crianças. "Queremos que essas crianças se tornem pessoas adultas responsáveis com o desenvolvimento do agronegócio com sustentabilidade na preservação do meio ambiente".

Para o prefeito de Porto Nacional, Joaquim Maia, a iniciativa incentiva toda a comunidade escolar e todas as unidades de ensino envolvidas no programa que trabalha a conscientização por meio da promoção a essas práticas no meio familiar. "O agronegócio tem crescido muito em Porto e entendo que no processo é preciso ter esse trabalho da responsabilidade social, que é feito por quem está envolvido no segmento. O que percebo é essa preocupação e cuidado de estimular, principalmente no coração das crianças, aqueles que representam o futuro da nação. Ter o sentimento de preservação, proteção do meio ambiente e sustentabilidade na consciência desde a infância. Este evento mostra que tanto a ANDAV quanto a AREIA tem uma participação especial nisso, entendendo que a responsabilidade social tem que acontecer, em um trabalho de parceria tanto da associação quanto da Prefeitura Municipal de Porto", pontuou o prefeito.

Segundo a coordenadora pedagógica das escolas municipais de Porto, Francisca Darlene, a ação já gerou resultados com as famílias das crianças envolvidas no projeto. Ela conta que muitos pais relataram às professoras que os alunos começaram a reaproveitar garrafas pets para fazerem mudas e que o óleo de cozinha começou a ser usado para fabricação de sabão.

"Estamos muito agraciados pela parceria e por um evento que está valorizando os nossos alunos e sensibilizando e trabalhando com eles como cuidar dos resíduos sólidos. Ensinando o que as famílias e a comunidade podem fazer para contribuir para a destinação correta desses produtos. Ouvimos o depoimento de uma mãe contando que o filho chegou em casa e compartilhou o que aprendeu. Isso é muito bom, estimula a interação com a família, aproxima. São esses valores que queremos que fiquem para eles, que eles possam compartilhar isso com a comunidade", disse.

Participantes
Participaram do evento a Escola Fanny Macedo, Escola Deasil Aires, Escola Maria de Melo, Escola Eulina Braga, Escola Celso Mourão, Escola Dr. Euvaldo Tomaz de Souza, Escola Faustino Dias dos Santos e Escola Ercina Monteiro.

No evento também estiveram presentes Juliano Milhomens Medeiros, gerente de Fiscalização de Defensivos Agrícolas da ADAPEC, o prefeito de Porto Nacional, Joaquim Maia, Maurício Buffon da Aprossoja- TO, o executivo estadual da ANDAV, André Fernando Caldato, Joelson Antônio da Silva da Associação dos Distribuidores de Insumos Agropecuários do Estado do Tocantins (ADIATO), Joaney Tavares dos Santos da Associação dos Revendedores de Insumos Agropecuários de Porto Nacional e Região (AREIA), Acilamar Vilela e Alexander Augusto dos Santos, coordenadora regional de operações do INPEV – GO/DF/TO e gerente de Operações do INPEV, respectivamente, representando o Instituto de Processamento de Embalagens Vazias (INPEV), e Leonardo Vieira, presidente da Associação das Revendas de Insumos Agropecuários do Médio Norte Tocantinense (ATRIA).