PORTO NACIONAL

Polícia Civil prende empresário suspeito de praticar furto de energia elétrica em Porto Nacional

12/01/19 08:13 | Atualizado em: 12/01/19 08:13

Policiais Civis da Delegacia Especializada na Repressão a Crimes Praticados Contra Concessionárias de Serviços Públicos (Derfae), comandados pelo delegado Elírio Putton Júnior efetuaram, na manhã desta sexta-feira (11) a prisão em flagrante de um empresário de 49 anos, pela prática, em tese, do crime de furto de energia elétrica, em Porto Nacional.

De acordo com o Delegado Elírio Pútton, a fraude foi localizada no frigorífico de propriedade do suspeito, o qual alegou que possuía um gerador e que produzia a própria energia elétrica que era consumida por sua empresa. No entanto, os policiais civis após localizaram a máquina, constataram que a mesma estava desligada e não marcava absolutamente nada em termos de medição de consumo. Ainda segundo o delegado, os cabos que ligam o transformador de corrente para a chave de medição encontravam-se desligados.

“Após análise, o perito técnico constatou que havia um consumo médio de 28kw de energia em cada uma das três fases, sendo que nada desse consumo estava sendo registrado o que configura, em tese, a prática do crime de furto de energia elétrica”, ressaltou o delegado.

Diante dos fatos, o empresário foi detido em encaminhado até a Central de Flagrantes da Polícia Civil, em Porto Nacional. Na unidade policial, o homem recolheu aos cofres públicos, a quantia de R$ 8 mil reais e, dessa maneira, obteve o direito de responder ao devido processo legal, em liberdade, conforme determina a lei.