Legislativo

Deputados acusam Palácio Araguaia de liderar conchavo que prejudica metade do parlamento

05/02/19 20:15 | Atualizado em: 05/02/19 20:15

O desconforto de 12 deputados em relação a formação das comissões foi exposto pelo deputado José Roberto (PT).

O parlamentar acusou três deputados, Eduardo Siqueira Campos, Olyntho Neto e Ricardo Ayres de articular com o Palácio Araguaia a formação das comissões e o não cumprimento de acordos. “Os três se juntaram, às escondidas, para fazer conchavo com o Palácio Araguaia e isso nós não podemos aceitar, porque ficaram 12 deputados sem espaço e isso vai ter consequência”, disse.

Vilmar de Oliveira também registrou o seu descontentamento. “Eu me sinto envergonhado com o que está acontecendo aqui, os deputados se juntando e fazendo acordos para excluírem outros”, destacou.

Luana

Mais cedo a deputada Luana Ribeiro acusou Olyntho Neto de descumprir os acordos feitos previamente com ela. A parlamentar tinha o anseio de assumir a Comissão de Segurança Pública, mas após manobra de seu companheiro de partido, teria ficado fora da lista de nomes indicados.

Nos bastidores já circulam as informações de que existe uma tentativa, comandado pelo palácio Araguaia, para isolar Luana Ribeiro.