CULTURA/GOIÁS

Heloísa Périssé retorna a Goiás com Loloucas

14/03/19 11:56:57 | Atualizado em: 15/03/19 14:37:56

Atriz encara a passagem do tempo e celebra a amizade com Maria Clara Gueiros com quem divide a cena, e o Diretor Otávio Muller. Aqui em Goiás terá apresentações em Anápolis e Goiânia neste final de semana
Chegou à hora de “morrer de rir”. Temporada 2019 do Festival Cultura do Riso em Goiás promete boas gargalhadas. Para começar bem o ano a produtora goiana Cultura do Riso apresenta as atrizes Heloísa Périssé e Maria Clara Gueiros com a peça/comédia Loloucas. Serão três apresentações, uma em Anápolis, no Teatro São Francisco, na sexta-feira (15), às 21h. Já em Goiânia será no Teatro Madre Esperança Garrido, no sábado (16), às 21h e domingo (17), às 18h. Os ingressos custam de 35 a 90 reais.
Depois de três temporadas de sucesso, Loloucas inicia a turnê em 2019. Resultado das reflexões da atriz, autora e roteirista Heloísa Périssé sobre a entrada na casa dos 50 anos, a peça também exalta a amizade com a parceira de longa data Maria Clara Gueiros, sua companheira de cena, e Otávio Muller, diretor da montagem. As atrizes dão vida a duas velhinhas para falar, com humor, sobre a inexorável passagem do tempo e os laços que as unem. O espetáculo é apresentado pelo Circuito Cultural Bradesco Seguros.  
“Quando cheguei aos 50 anos, pensei: não vou ter mais 50 pela frente. Então, quero canalizar essa energia de uma forma sábia”, resume Heloísa, sobre seu momento de vida. “Pensei inicialmente em fazer um monólogo, mas ao dar vida à interlocutora da minha personagem pude trazer para este projeto uma amiga muito querida, com quem trabalho há uns 30 anos”, explica Heloísa sobre a parceira de cena, Maria Clara Gueiros.
No espetáculo, as velhinhas, assíduas frequentadoras de teatro, chegam atrasadas a uma peça e, ao tentarem ir embora, se dão conta que estão no palco, onde, a partir daquele ponto de vista inédito, acabam se abrindo sobre suas histórias de vida e virando protagonistas de seu próprio espetáculo.