INFRAESTRUTURA

Alta incidência de chuvas adia trabalhos nas rodovias do Estado

15/04/19 10:53 | Atualizado em: 15/04/19 10:53

A grande quantidade de chuvas que caiu no Tocantins nos últimos dias motivou o adiamento da força-tarefa de restabelecimento da malha viária tocantinense.

Os trabalhos estavam previstos para começar nesta segunda-feira, 15, mas devido às condições climáticas, tiveram que ser adiados por 10 dias. “Todo o processo de manutenção das vias, como tapa-buracos, roçagem e terraplenagem, necessita de tempo seco para garantia da eficiência”, explicou o presidente da Agência Tocantinense de Transportes e Obras (Ageto), Virgílio Azevedo.

Conforme o professor e meteorologista, José Luiz Cabral Júnior, do Núcleo Estadual de Meteorologia e Recursos Hídricos (Nemet/RH), da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), a semana do dia 15 ao dia 21 terá grande incidência de chuvas. “Abril é um mês de transição entre o período chuvoso e o período de estiagem, mas a previsão é de que continue chovendo nos próximos dias”, disse ele.

Segundo o secretário estadual da Infraestrutura, Cidades e Habitação, Renato Assunção, a decisão de adiar o início da força-tarefa tem como objetivo garantir a economicidade dos recursos públicos. “Nós sabemos que se começarmos a atuar em dias chuvosos teremos que realizar um resserviço no futuro”, explicou.

Força-Tarefa

A força-tarefa será realizada com objetivo de restabelecer a malha viária do Tocantins. Os serviços serão executados pelas equipes das sete Residências Rodoviárias da Ageto, localizadas nas cidades de Tocantinópolis, Araguaína, Guaraí, Paraíso, Porto Nacional, Gurupi e Dianópolis.

Terão prioridade as rodovias que concentram maior tráfego, as que têm papel primordial no escoamento da produção do Estado e aquelas localizadas nos arredores das maiores cidades do Tocantins. A intenção é de em 60 dias beneficiar todas as rodovias.