Publicidade

ESTADO

Vacinação contra febre aftosa na Ilha do Bananal começa dia 1º de agosto

15/07/19 14:46:45 | Atualizado em: 15/07/19 14:46:45

Faltam 15 dias para o início da campanha de vacinação contra a febre aftosa na Ilha do Bananal, que ocorrerá entre os dias 1º de agosto e 30 de setembro. A previsão da Agulha Oficial (termo utilizado quando a vacinação é feita pelo serviço oficial) deverá percorrer mais de 350 retiros de indígenas e produtores rurais, com previsão de vacinar cerca de 100 mil bovinos. Para o rebanho dos indígenas, o Governo do Tocantins disponibilizará gratuitamente cerca de oito mil doses da vacina, que também será de 2 ml por animal.

A Agência de Defesa Agropecuária (Adapec) tem seis equipes treinadas para efetuar as atividades na Ilha do Bananal, sendo que duas ficarão em Sandolândia tendo o apoio da Agência Goiana de Defesa Agropecuária (Agrodefesa), três em Formoso do Araguaia com a ajuda do Instituto de Defesa Agropecuária do Estado de Mato Grosso (Indea) e uma na Lagoa da Confusão.

 “Todos os bovinos encontrados serão vacinados, portanto a nossa meta é sempre 100% de alcance. A declaração é emitida de imediato, já que são os próprios técnicos que desempenham o ato”, explica o diretor de defesa, sanidade e inspeção animal da Adapec, Márcio Rezende, acrescentando que os proprietários do rebanho são orientados a cumprir o período de carência da vacinação para o trânsito de animais.

O presidente da Adapec, Alberto Mendes da Rocha, disse que os profissionais estão preparados e engajados para mais uma vez colaborar com a preservação do status sanitário do Estado. “As notificações aos proprietários de rebanho na região estão sendo feitas para o agendamento da vacinação, pois eles têm que deixar o gado preso. Mesmo sendo um lugar de difícil acesso estaremos cumprindo a nossa missão”, ressalta.

No restante do Estado, as campanhas de vacinação contra a doença são realizadas nos meses de maio e novembro.

Ilha do Bananal

A Ilha do bananal tem cerca de 2 milhões de hectares e faz divisa com oito municípios tocantinenses: Formoso do Araguaia, Sandolândia, Lagoa da Confusão, Araguaçu, Cristalândia, Dueré, Caseara e Pium. Devido às suas características de relevo e terreno, no período chuvoso, se torna quase intransitável, pois a região fica alagada. Diante disso, a vacinação só ocorre na época da seca e uma vez por ano, para todos os bovinos, independente da faixa etária.