Publicidade

COMPORTAMENTO

Qual método você utiliza para tomar decisões?

17/01/20 17:39:34 | Atualizado em: 17/01/20 17:41:29



Vai me dizer que você nem toma decisões? Devo lhe informar que mesmo se “esquivando” você, toma sim, decisões, mesmo que seja a decisão de não tomar decisões. Talvez você acredite que assim esteja seguro, mas após eu lhe apresentar o método de tomada de decisões é provável que você mude de ideia.
 Quando escolhemos algo, por conseguinte, acabamos deixando de escolher outras tantas coisas. Eu imagino que, por isso, muitas pessoas preferem evitar essa “fadiga”. São tantas opções, tanto jeitos de seguir a vida e, às vezes, deixá-la nos levar pode parecer mais viável e fácil. Concordo que não é fácil tomar decisões, justamente por não termos certeza se o próximo passo será melhor ou, às vezes, pior do que onde estamos.
 Mas vamos lá! Recentemente conheci Suzy Welch, escritora e Jornalista. Ela escreveu o livro 10-10-10: Hoje, amanhã e depois onde fala desse método que considero fantástico para tomada de decisões: a regra do 10/10/10. Funciona assim: está cansado do seu emprego, não se sente mais motivado e quer pedir demissão. Como você visualiza seu futuro em 10 dias? em 10 meses? E em 10 anos? Não é nada mais nada menos do que medir a decisão a curto, médio e longo prazo. Nos primeiros 10 dias ainda vai parecer estranho e você ainda estará inseguro com a decisão tomada. Em 10 meses, provavelmente, estará recolocado e cheio de energia. E em 10 anos estará completamente envolvido em novas coisas. Agora imagina se decidir continuar no emprego, daqui 10 dias você continuará desmotivado. Daqui 10 meses nem se fala. E em 10 anos terá perdido 10 anos da sua vida em algo que não é feliz. Acrescento ao método da Suzy, o método de somar a idade. Daqui a 10 anos estarei com 45 anos, mas de jeito nenhum eu vou me permitir viver uma vida medíocre até lá e se eu resolver começar algo só daqui 10 anos terei perdido 10 anos incríveis que eu poderia ter feito algo muito melhor. Agora imagina esse método com casamentos, amizades, adquirindo bens, guardando dinheiro, fazendo uma viagem e por aí vai.
 Não sei se você percebeu, mas imaginei um cenário positivo para o futuro. Mas pode ser que esses próximos dias, meses e anos não venham ser tão positivos assim, mas uma coisa é certa: você abandonou um caminho (emprego, relacionamento, whatever) que já não te fazia mais feliz. Resta agora encontrar esse novo caminho.
 Decisões não são fáceis de serem tomadas, mas são necessárias para desenharmos um futuro diferente. Você quer um futuro diferente? Tome decisões.

Sucesso!