Publicidade
Publicidade
Publicidade

MAIS EMPREGOS

Carlesse recebe Ibaneis, nesta segunda, para viabilizar BRB no Tocantins

14/02/20 19:11:14 | Atualizado em: 14/02/20 19:24:31

O Chefe do Executivo tocantinense, Mauro Carlesse, receberá nesta segunda-feira, 17, às 10 horas, no Palácio Araguaia, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha, juntamente com o presidente do Banco de Brasília (BRB), Paulo Henrique Costa, para discutir a instalação da instituição bancária no Estado.
De acordo com a agenda do governador Mauro Carlesse, a recepção aos representantes da capital federal ocorrerá, das 10 às 11 horas, em seu Gabinete. Às 11 horas, os governadores irão descer para a Sala de Reuniões para debater assunto de interesses entre os dois estados, dentre eles, a vinda do BRB para o Tocantins.
Entenda
A primeira reunião sobre a vinda do BRB para o Tocantins ocorreu no último dia 6, quando o governador Mauro Carlesse esteve em Brasília para debater o assunto. Na ocasião, o governador Ibaneis Rocha e o presidente do BRB ficaram de apresentar nesta segunda-feira, 17, uma proposta de viabilidade para implantação da instituição bancária no Estado.
Caso o acordo seja fechado, o Tocantins será o primeiro estado da região Norte do Brasil a contar com a instalação de agências do banco. De acordo com o presidente do BRB, a instituição possui linhas de crédito voltadas para o agronegócio e aquisição de equipamentos, juros competitivos no financiamento da casa própria e em empréstimos consignados para os servidores públicos, além de interesse em formatar parcerias com o Instituto de Gestão Previdenciária do Tocantins (Igeprev).
Banco de Brasília
O BRB é uma instituição de sociedade de economia mista, cujo acionista majoritário é o Governo do Distrito Federal. O banco possui 122 pontos de atendimento, sendo 116 agências, localizadas grande parte no Distrito Federal e as demais em Mato Grosso do Sul (MS), Mato Grosso (MT), Minas Gerais (MG), Goiás (GO), Rio de Janeiro (RJ) e São Paulo (SP), além de seis Postos de Atendimentos no DF.
De acordo com o BRB, a instituição conta com um quadro de 3.280 empregados. Além disso, possui o apoio de 450 estagiários, 120 aprendizes e 705 terceirizados, gerando assim mais de 4.500 postos de trabalho.