Publicidade
Publicidade
Publicidade

PRONUNCIAMENTO CATASTRÓFICOO

Carlesse reage contra Bolsonaro e diz que irá seguir orientação da OMS

25/03/20 17:25:09 | Atualizado em: 25/03/20 18:30:39

O governador do Tocantins, Mauro Carlesse, reagiu contra o pronunciamento do presidente Jair Bolsonaro e afirmou, por meio de nota, que irá seguir as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS) e do Ministério da Saúde, e manterá as ações que culminam no isolamento social da população do estado.

Na nota, Carlesse diz que o governo manterá as medidas com objetivo de proteger a população e evitar a propagação do coronavírus no Tocantins.

Carlesse também destacou as medidas tomadas pelo estado para conter a pandemia . “O Tocantins foi um dos primeiros estados a criar um comitê de crise formado por todos os poderes, órgãos de controle, forças de segurança e especialistas em saúde, para debater a antecipação de ações com o objetivo de minimizar os impactos da chegada da doença ao Estado”, frisa

A nota lembra que o governo já decretou estado de calamidade pública, que a medida foi aprovada na Assembleia 48 após a sua publicação, além disso houve a aquisição de kits para exames, equipamentos de proteção pessoal e a antecipação das férias escolares com objetivo de não prejudicar o ano letivo.

Carlesse também proibiu o corte de água e luz por 60 dias. “Estamos protegendo a vida da nossa população”, finaliza o governador.