Publicidade
Publicidade
Publicidade

PROJETO FOFO NO FOGO

Governo do Tocantins visita mais de 900 propriedades rurais

07/08/20 15:13:59 | Atualizado em: 07/08/20 15:13:59

A segunda etapa do projeto Foco no Fogo, concluída nesta sexta-feira, 7, visitou mais de 900 propriedades divididas em 13 cidades do interior do Estado. As ações foram realizadas pelo Governo do Tocantins, por meio da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh), em parceria com o Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins) e Defesa Civil, instituições que compõem o Comitê do Fogo do Estado do Tocantins, que levaram para as comunidades rurais orientações sobre educação ambiental, controle e combate às queimadas ilegais.

O projeto teve como objetivo desenvolver um trabalho de prevenção visando à redução nos focos de incêndios no Estado. “Foram dias de muitas conversas com os moradores da zona rural percorrida pelo projeto, conscientizando as pessoas sobre a importância de evitar qualquer tipo de queimada nesta época do ano. Esperamos que, por meio desse trabalho de prevenção, possamos contabilizar resultados positivos com a diminuição dos incêndios no Tocantins”, destacou o secretário da Semarh, Renato Jayme.

Em Pium, os moradores da zona rural foram informados sobre os cuidados necessários para evitar os incêndios na região e, segundo o prefeito do município, Valdemir Oliveira Barros: “a cidade conta com uma brigada de combate aos incêndios, e com o apoio do projeto Foco no Fogo foi possível somar forças na prevenção das queimadas”. O prefeito ainda ressalta que “esse trabalho é uma forma de apresentar para as pessoas os prejuízos que as queimadas podem trazer para todos”.

As propriedades que receberam a visita do projeto Foco no Fogo foram identificadas com altos índices de queimadas nos últimos três anos, por meio de um levantamento de dados realizado pela Semarh, em parceria com o Centro de Monitoramento e Manejo do Fogo (Cemaf) da Universidade Federal do Tocantins (UFT), câmpus de Gurupi, com base nas informações do Cadastro Ambiental Rural (CAR), e isso possibilitou a rápida localização das propriedades.

“O município é o segundo maior em extensão territorial do Estado. Esse trabalho de prevenção com informações sobre as queimadas, realizado pelo Governo do Tocantins, por meio da Semarh e de parceiros, possibilita o acesso a mais propriedades e consequentemente temos mais chances de evitar grandes incêndios na nossa localidade”, destacou o prefeito de Paranã, Fabrício Viana.

No município de Ponte Alta do Tocantins, o agricultor Neto da Conceição frisa que “na região, as queimadas são frequentes e acontecem principalmente pelas atitudes das pessoas que não pensam nas consequências, como por exemplo, jogar bitucas de cigarros no chão onde o mato está seco, isso é perigoso e acaba atingindo a gente aqui na nossa propriedade”. O agricultor ainda ressalta que “essa orientação serve demais para a população ter mais cautela e tomar mais cuidado com o que faz. Assim, danos nas terras de quem está mais longe são evitados”.

Nesta etapa, Arraias foi a última cidade visitada pelo projeto Foco no Fogo. Segundo o secretário municipal do Meio Ambiente, Mauro Rezende Barreto, “quando a comunidade rural recebe a atenção dos órgãos do governo ligados ao meio ambiente, aumentamos as chances de alcançarmos um resultado positivo, que é diminuir as queimadas no nosso município”.

Ainda no município de Arraias, as equipes visitaram a propriedade do lavrador Alessandro Ribeiro, que destacou a dificuldade enfrentada nesta época do ano por conta das queimadas e a necessidade da conscientização da população. “Todo ano ficamos preocupados com os focos de incêndios que acontecem por aqui. Acredito que esse trabalho feito pela equipe do projeto Foco no Fogo, de ir na casa das pessoas e falar para não colocar fogo, vai beneficiar muito a gente e nos deixar mais tranquilos, principalmente sabendo que a equipe passou conversando com os nossos vizinhos”, frisou.

Durante as três semanas de ações, o projeto contou com a parceria de outras instituições estaduais que somaram forças desenvolvendo os trabalhos no campo social. A Secretaria de Estado do Trabalho e Desenvolvimento Social (Setas) esteve presente nas ações do projeto Foco no Fogo e destinou cestas básicas que foram entregues para a população carente em algumas propriedades rurais visitadas. Além da Setas, o projeto também contou com a parceria da Secretaria de Estado da Saúde (SES) que, em virtude da pandemia do novo Coronavírus (Covid-19), distribuiu kits contendo álcool em gel e máscaras de proteção para auxiliar na proteção da população contra o vírus.

Além das cidades de Pium, Ponte Alta, Paranã e Arraias, visitadas nesta semana, o projeto percorreu desde o começo das ações os municípios de Palmas, Monte do Carmo, Aparecida do Rio Negro, Novo Acordo, Brejinho de Nazaré, Miracema, Miranorte, Paraiso e Porto Nacional.

Transparência e controle

Os processos referentes às aquisições e aos contratos realizados no contexto da Covid-19 estão disponíveis no Portal da Transparência pelo endereço www.transparencia.to.gov.br. Para consultar, acesse na página principal a aba azul - Consulta Contratos Emergenciais -, e a aba verde - Gráficos dos Empenhos e Pagamentos -, e informe-se sobre todos os trâmites.

É importante ressaltar que compras diretas, ou seja, sem licitação, estão autorizadas pela Lei Federal n° 13.979/2020 – de enfrentamento à Covid-19, somente para atender a situação emergencial provocada pela pandemia.

Legislação federal e estadual referente a este contexto está disponível para consulta no site da Controladoria-Geral do Estado (CGE-TO) pelo link https://www.cge.to.gov.br/legislacao/legislacao-aplicada-a-covid-19/.