Publicidade
Publicidade

GIRO POLICIAL - URGENTE!

Polícia Civil lucida latrocínio de um empresário em Goiatins

21/01/21 14:54:06 | Atualizado em: 21/01/21 18:33:17

A Polícia Civil do Estado do Tocantins, por meio da 35ª Delegacia de Polícia de Goiatins, com apoio da 2ª Divisão Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa de Araguaína e da Delegacia Estadual de Repressão a Narcótico de Goiás, deu cumprimento, na terça-feira, 19, ao mandado de internação provisória contra um adolescente suspeito de ser o autor do latrocínio que vitimou o empresário Bernaldino de Castro Araújo, conhecido como “Colega do Gás”, fato ocorrido, dia 4 de outubro de 2020, no município de Goiatins, norte do Estado.

Segundo apurado pelas investigações, a vítima era proprietária de uma distribuidora de gás na cidade, e ao deixar repentinamente de comparecer em seu local de trabalho, acabou chamando a atenção de familiares e funcionários, que estranharam sua ausência injustificada.

Após diversas tentativas de localização sem sucesso, a família passou a dar a vítima como desaparecida, registrando o fato na Delegacia de Polícia. Dias depois, porém, o corpo foi encontrado em avançado estado de decomposição na zona rural da cidade, mudando completamente o rumo das investigações.

Durante a apuração, os policiais civis tomaram conhecimento de que Bernaldino de Castro Araújo possuía um relacionamento homoafetivo com o adolescente, o qual havia se evadido para o Estado de Goiás, levantando suspeitas sobre o seu possível envolvimento no caso.

As diligências demonstraram que o menor saiu da capital goiana na véspera dos fatos, acompanhado de um comparsa, com a intenção de cometer o crime. Ao chegar a Goiatins, o adolescente teria ligado para a vítima e marcando o encontro num matagal nas imediações da cidade, local onde matou a vítima, subtraindo seu celular, chaves e moto.

Em seguida, a dupla se dirigiu até a casa da vítima, levando dinheiro e cartão bancário, e então retornaram para Araguaína, local em que abandonaram a moto e embarcaram em um ônibus novamente para Goiânia (GO).

Após trabalho investigativo, as equipes conseguiram localizar o paradeiro do adolescente na região metropolitana de Goiânia, oportunidade em que efetuaram o cumprimento do mandado de internação provisória expedido pelo Poder Judiciário tocantinense.

De acordo com o Delegado do caso, Romeu Fernandes de Carvalho Filho, as investigações agora seguem em relação ao comparsa do adolescente, a fim de individualizar sua participação no plano criminoso.

O menor infrator será conduzido ao Centro de Internação Provisória (CEIP) de Palmas, onde ficará à disposição da Justiça, e deverá responder por ato infracional análogo ao crime de latrocínio.