Publicidade
Publicidade
Publicidade

COVID-19

Palmas tem três novos óbitos registrados nesta terça-feira, 16

16/02/21 16:19:37 | Atualizado em: 16/02/21 21:46:51

Mais três mortes causadas pela Covid-19 foram registradas em Palmas, conforme Boletim Epidemiológico Nº 334, desta terça-feira, 16. A Capital tem um total de 251 óbitos acometidos pela doença. A letalidade é de 0,97%. O 249º óbito ocorreu no último sábado, 13, e se trata de um idoso de 68 anos de idade sem comorbidades relatadas. A 250º morte aconteceu também neste mesmo dia, sendo de um homem de 69 anos de idade e, como no caso anterior, também não teve relatos de comorbidade. O último óbito relatado ocorreu na última segunda-feira, 15, em idoso de 74 anos de idade, portador de doença pulmonar obstrutiva crônica, e diabetes.

A taxa de ocupação hospitalar da Covid-19 em Palmas é de 54,1%. Já os leitos clínicos apontam uma ocupação de 44,9%. Os leitos de UTI para Covid-19 registram uma ocupação de 64,1%. Quanto aos leitos de estabilização das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs), a UPA Sul tem a ocupação de 14,3%. Na UPA Norte, os leitos da mesma natureza estão 20,6% ocupados.

O Boletim ainda aponta 83 novos casos da doença na cidade, sendo 50 mulheres e 33 homens. Dos novos casos, todos os pacientes seguem em isolamento domiciliar.

Situação atual

A Vigilância Epidemiológica de Palmas informa que após 338 dias de resposta, até as 09 horas do dia 16 de fevereiro de 2021, foram registradas 113.756 notificações para Síndrome Gripal (SG), onde estão incluídos também os casos suspeitos para Covid-19. Estão descartados 47.788 casos e 25.933 confirmados (números acumulados) para a doença. Até o fechamento do Boletim, 23.705 pacientes conseguiram vencer o vírus e se recuperaram da doença.

Testes

Os laboratórios de Palmas realizaram 399 testes para Covid-19 na segunda-feira, dia 15 de fevereiro. O Laboratório Municipal realizou 15 exames (todos negativos). Já o Laboratório Central do Estado realizou 174 testes (64 positivos). Os laboratórios particulares e farmácias realizaram 37 exames, sendo 14 positivos, e as entidades filantrópicas testaram 173 pessoas, destas, 05 testaram positivo para a doença.

Vacinação

Dados de segunda-feira, 15 de janeiro, apontam que o Município vacinou 7.213 pessoas com a primeira dose, sendo 5.252 profissionais da Saúde, 1.779 idosos acima de 80 anos, 79 idosos de Instituições de Longa Permanência e 36 de seus cuidadores. Na segunda dose, a Semus já aplicou 67 doses, sendo 22 em trabalhadores de Saúde e 45 em idosos que moram em Instituições de Longa Permanência.