Publicidade
Publicidade
Publicidade

MINISTÉRIO PÚBLICO

Acusado de feminicídio l é condenado a 14 anos de prisão

10/06/21 13:07:41 | Atualizado em: 10/06/21 13:07:41

Mário Breno Rodrigues Lopes, acusado de matar a namorada Adriana Silva Sales de Souza, em fevereiro de 2020, na cidade de Gurupi, foi condenado a 14 anos de prisão em sessão do Tribunal do Júri, realizada nesta quarta-feira, 09. A pena é resultado da prática de diversos crimes, como feminicídio, praticado com uso de asfixia; ocultação de cadáver e corrupção de menores. O Ministério Público do Tocantins foi representado pelo promotor de Justiça Rafael Pinto Alamy, titular da 4ª Promotoria de Justiça de Gurupi.


O caso, ocorrido no dia 24 de fevereiro, chocou a população de Gurupi pela forma cruel utilizada por Mário Breno, que tinha relacionamento amoroso com a vítima. Segundo o apurado, ele atraiu Adriana por meio de mensagem na qual a convidava para conversar em uma localidade próxima à residência da vítima e, na companhia do irmão adolescente, a mataram utilizando-se de asfixia e estrangulamento, após desferir vários golpes de faca no braço da mesma. Consumada a morte, jogaram seu corpo embaixo de uma ponte, às margens do Rio Gurupi, na zona rural da cidade.