Publicidade
Publicidade
Publicidade

ESTADO

Médico é indiciado por morte de idoso em Paraíso do Tocantins

11/06/21 10:33:59 | Atualizado em: 11/06/21 10:57:47

O médico responsável pelo atendimento do idoso Raimundo Araújo Santos foi indiciado por omissão de socorro após o fim das investigações realizadas pela Polícia Civil.

O idoso foi encontrado morto em novembro de 2020 em uma ala que estava em reforma no Hospital Regional de Paraíso. De acordo com as investigações, ele foi ao hospital após sofrer um acidente de trânsito e a demora no atendimento fez com que o idoso deixasse a sala de espera. Ele foi encontrado apenas 12 horas depois, morto, em uma ala da unidade hospitalar que estava em reforma.

Raimundo Araújo Santos tinha 66 anos. O laudo da perícia constatou que ele morreu devido a um “choque hemorrágico causado por lesão renal esquerda”.

Durante as investigações da 61ª Delegacia de Paraíso do Tocantins foram ouvidas 13 testemunhas, incluindo o médico plantonista. Em seu depoimento ele afirmou que não estava na sala quando o paciente foi encaminhado, porém essa versão foi desmentida por outras testemunhas que afirmaram que o paciente foi encaminhado pela triagem ao consultório, em uma cadeira de rodas, mas que o profissional teria solicitado que ele saísse da sala e aguardasse ser chamado.

Segundo o inquérito, assinado pelo delegado Hélio Humberto, o idoso teria saído da sala de espera porque estava sentindo muitas dores e não conseguia ficar sentado. Por isso foi procurar um local para se deitar.