ESTADO

Tocantins lançará programa para impulsionar a indústria

08/01/22 08:54:53 | Atualizado em: 09/01/22 09:05:32

Mais de R$ 49 milhões serão investidos, no ano de 2022, na infraestrutura dos parques e distritos industriais do Estado do Tocantins por meio do Programa de Impulsionamento da Indústria, Comércio e Serviços (PICS) que será lançado pelo governador em exercício Wanderlei Barbosa no próximo dia 18 de janeiro em Porto Nacional.

Ao longo de quatro anos, o PICS prevê o investimento total de R$ 99,8 milhões. Os recursos são do Fundo de Desenvolvimento Econômico do Estado do Tocantins (FDE) e serão investidos nos oito parques industriais já existentes no Tocantins e na criação de novas áreas nas regiões Sudeste e Extremo Norte.

Em 2022, o Parque Industrial de Porto Nacional será o primeiro a ser contemplado com recursos na ordem de mais de R$ 7,7 milhões. Posteriormente serão destinados recursos na ordem de: R$ 5 milhões para a infraestrutura do Distrito Industrial de Guaraí; R$ 10 milhões para o Distrito Palmas II - Cidade do Automóvel; R$ 2,7 milhões para o Distrito de Gurupi (duplicação da Avenida Goiás); R$ 4 milhões para o Distrito de Paraíso do Tocantins com a construção do anel viário; R$ 6 milhões para o Distrito Agroindustrial de Araguaína (Daiara); R$ 4 milhões para o Distrito Industrial de Colinas.

O governador Wanderlei Barbosa destaca que o poder público deve fomentar o desenvolvimento econômico, proporcionando aos empresários o cenário ideal para seus investimentos. “Enquanto poder público temos que ser assertivos e investir na infraestrutura necessária para que nossos empresários possam ampliar seus investimentos e gerar mais emprego para a nossa população. Outro ponto é que parques industriais bem estruturados atraem mais investidores, e consequentemente, gera mais oportunidade de trabalho e qualidade de vida para o cidadão”, destaca.

O secretário de Indústria, Comércio e Serviços, Carlos Humberto Lima, ressalta a importância do programa que prevê investimentos ao longo de quatro anos. “A estruturação de todos os parques e distritos industriais do Estado resultará na atração de novos investimentos, bem como permitirá o reinvestimento de empresas já instaladas no Tocantins. O Distrito de Porto Nacional, por exemplo, foi criado em 1991, ou seja, é um parque que tem 30 anos e ainda não tem infraestrutura adequada. Então vamos fazer uma correção histórica e promover a parte final na atração de investimentos que é dotar efetivamente o Tocantins de um conjunto de distritos industriais que possuam a infraestrutura necessária para que a gente promova essa atração de investimentos”, ressalta.

Outros investimentos

O secretário destaca ainda que o programa vai mais além ao promover parcerias com outras pastas do Governo do Tocantins e com o terceiro setor. Dessa forma, o PICS prevê para o ano de 2022, a destinação de R$ 1,28 milhões para a Associação Comercial e Industrial de Palmas (Acipa) que serão investidos na Feira de Negócios de Palmas; mais R$ 1,98 milhões para a Federação da Agricultura do Estado do Tocantins (Faet) que serão aplicados na realização de feiras agropecuárias em 36 cidades tocantinenses.

Outros R$ 2,5 milhões para a Agência de Desenvolvimento do Turismo, Cultura e Econom.