POLÍTICA

Wanderlei veta Lei que aumenta percentual da margem consignada dos servidores

09/05/22 07:34:34 | Atualizado em: 09/05/22 07:35:22

Com a alegação de que pretende evitar o superendividamento dos servidores estaduais, o governador Wanderlei Barbosa (Republicanos) vetou parte da lei aprovada na Assembleia Legislativa (AL) que aumenta a margem consignada dos trabalhadores do governo.

A Lei, aprovada na Assembleia Legislativa, é de autoria de Olyntho Neto (Republicanos). A proposta original previa o aumento de 30% para 70%, mas a lei aprovada aumentou esse percentual para 40% e permitia o uso de até 50% do salário líquido para empréstimos bancários.

Ao vetar o trecho da Lei, Wanderlei destacou que o aumento da margem consignada colocaria em risco o “mínimo existencial” valor que assegura ao indivíduo condições de vida no âmbito social, econômico e jurídico, para prover as suas próprias necessidades e de seus familiares, previstas na Constituição.