PALMAS

Saúde de Palmas assina contrato com empresas homologadas para realizar 3.146 cirurgias de catarata

17/05/22 18:07:43 | Atualizado em: 17/05/22 18:07:43

Com previsão de realizar 3.146 cirurgias de catarata ainda neste ano, a Secretaria Municipal da Saúde (Semus) prossegue com o processo de contratação das empresas homologadas para realizar os procedimentos. Das oito empresas selecionadas, quatro assinaram o contrato e iniciaram o contato com os pacientes regulados na Capital e em outros 22 municípios do Tocantins. O investimento total é de R$ 2.903.097,34, oriundo de emendas parlamentares dos deputados federais Eli Borges e Célio Moura, e também da senadora Kátia Abreu.

Além da Capital, as cidades referenciadas são Aparecida do Rio Negro, Tabocão, Lagoa do Tocantins, Lajeado, Lizarda, Miracema do Tocantins, Miranorte, Novo Acordo, Rio dos Bois, Rio Sono, Santa Tereza do Tocantins, São Félix do Tocantins, Tocantínia, Bom Jesus do Tocantins, Centenário, Colméia, Goianorte, Guaraí, Pedro Afonso, Recursolândia, Santa Maria do Tocantins e Tupirama.

A catarata é uma doença dos olhos, que consiste na intransparência parcial ou total do cristalino. Pode ser ocasionada por diversos fatores, porém o envelhecimento é a causa mais recorrente da patologia, que é uma das principais causas de cegueira reversível no mundo. Deste modo, a resolução dos casos da doença é tipificada como uma demanda social relevante para saúde da população, por conta das mudanças que alteram a rotina diária dos cidadãos.

Para ter acesso à cirurgia pelo Sistema Único de Saúde (SUS), os pacientes são encaminhados para cirurgia de catarata após consulta com médico oftalmologista. A porta de entrada é a Atenção Básica que encaminha o paciente para especialista que faz diagnóstico e indica o procedimento. As solicitações de cirurgias são encaminhadas para a Central de Regulação Municipal e autorizada conforme protocolos de regulação.