ESTADO

Sefaz recebe da Receita Federal kits para premiação de competição dos alunos da rede pública estadual

17/05/22 18:11:09 | Atualizado em: 17/05/22 18:11:09

A Secretaria da Fazenda (Sefaz) recebeu na manhã desta terça-feira, 17, da Delegacia Regional da Receita Federal, os produtos que irão compor os kits tecnológicos da premiação da 1ª Game Jam de Educação Fiscal, competição que está sendo realizado com o intuito de estimular jovens do ensino médio, matriculados na rede pública estadual, a desenvolverem produtos digitais como sites, apps e jogos eletrônicos com temáticas de educação fiscal e que poderão concorrer a prêmios. Os kits são compostos por Smartphone; Smartwatch; Mala de Viagem; Fone de ouvido Wifi; Pen drive; Mouse sem fio; Carregador portátil de celular; impressora fotográfica portátil; Caixa de música e mochila.

A 1ª Game Jam é um projeto do Grupo de Educação Fiscal (Geef-TO), unidade formada por servidores da Sefaz, Secretaria da Educação (Seduc) e Receita Federal, que tem a missão promover ações que contribuam com a formação de mentalidade cidadã coletiva.

A premiação da disputa, entre os melhores produtos digitais desenvolvidos pelos alunos do ensino médio das escolas públicas estaduais, ocorrerá no próximo dia 27, sendo:

1º Lugar: Mentoria por um ano, kit tecnológico, medalha e participação na BGS 2022 que acontecerá em São Paulo (SP), de 9 a 12 de outubro de 2022, com passagens aéreas e diárias para hospedagem e alimentação.

2º Lugar: Mentoria por um ano, kit tecnológico, medalha e certificado de participação.

3º Lugar: Mentoria por um ano, kit tecnológico, medalha e certificado de participação.

Na entrega dos produtos que irão compor os kits, o delegado da Receita Federal em Palmas, Ricardo Vagner, destacou a importância da destinação de materiais apreendidos pela Receita Federal para projetos de educação. Segundo ele, o ideal seria que não houvesse crime e que as escolas tivessem autonomia em todos os campos educacionais, mas, não sendo esta, a realidade do país, é importante que produtos ilegais apreendidos, sejam usados em ações interessantes e legais para os estudantes.

Representando a Sefaz, a superintendente de Administração e Finanças, Kelma Lima, agradeceu a parceria com a Receita Federal acrescentando que novos projetos podem ser desenvolvidos em conjunto.