ESTADO

Foco no Fogo 2022 inicia ação preventiva nas propriedades rurais

19/05/22 14:30:28 | Atualizado em: 19/05/22 14:30:28

As equipes técnicas da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos (Semarh) e instituições que compõem o Comitê Estadual de Prevenção e Controle às Queimadas e Combate aos Incêndios Florestais (Comitê do Fogo) iniciaram, nesta semana, as visitas às propriedades rurais, levando orientação sobre os riscos e prejuízos das queimadas irregulares e incêndios florestais.

Na quinta-feira, 19, o projeto percorre a zona rural de Paraíso do Tocantins. Na quarta-feira, 18, cerca de 57 propriedades rurais de Brejinho de Nazaré receberam a visita de uma das quatro equipes que formam a comitiva do projeto Foco no Fogo durante a ação no município. Na edição de 2022, a rota de prevenção do projeto vai percorrer 60 municípios até 18 de agosto. A ação preventiva ocorre desde o início da semana, com visita aos produtores da zona rural de Palmas, sendo que, na terça-feira, 17, percorreu as propriedades de Monte do Carmo e, encerra a semana de visitas, em Porto Nacional, no dia 20.

A diretora de Educação Ambiental para Sustentabilidade da Semarh, Erliette Gadotti, conta como o projeto vem sendo recebido. “Em Palmas, iniciamos as visitas na zona rural a partir da Vila Agrotins, após a solenidade de abertura oficial realizada no Palácio Araguaia. A chegada da comitiva do Foco no Fogo surpreende. O conjunto de viaturas das instituições chama a atenção. Somos muito bem recebidos. As pessoas sempre têm dito que é muito importante esse trabalho de conscientização”, resume a diretora.

Investimento

Além do projeto Foco no Fogo de prevenção e controle às queimadas e combate aos incêndios florestais, no início deste mês, o Governo do Tocantins, por meio da Semarh, autorizou o repasse de recursos financeiros, na ordem de R$ 1,3 milhão, ao Corpo de Bombeiros Militar, para contribuir com a etapa posterior das ações de combate, prevenção e controle às queimadas e e incêndios florestais.

O recurso foi destinado à realização do processo seletivo simplificado para contratação de 80 brigadistas florestais temporários e Curso de Formação de Brigadista Florestal (CFBF) para prestação de serviço voluntário na prevenção e combate aos incêndios florestais no Tocantins.

Controle e prevenção

Segundo a diretora de Educação Ambiental para Sustentabilidade da Semarh, Erliette Gadotti, o trabalho conjunto entre a população e os órgãos públicos é importante para o controle das queimadas e a prevenção dos incêndios. “Todos os locais visitados são os lugares que mais queimaram nos últimos tempos. Os proprietários rurais entendem o motivo da visita, aprovam a ação de controle e prevenção e querem saber mais sobre o projeto. Eles contam que se sentem ameaçados pelo fogo e agradecem pelas informações repassadas que beneficiam a população em geral”, ressalta a diretora.

O prefeito de Monte do Carmo, Arquivardes Avelino Ribeiro, destacou a importância das informações para o fortalecimento do combate às queimadas na região. "Este é o segundo ano que recebemos as equipes do projeto Foco no Fogo, realizado em parceria com o Governo do Tocantins, que leva orientação sobre os riscos das queimas ilegais e os prejuízos que os incêndios podem causar para todos. Isso fortalece o combate às queimadas dentro da nossa região", avaliou o prefeito.

Do município de Brejinho de Nazaré, o proprietário rural Josimar Alves Lopes aprova a ação do projeto Foco no Fogo. “É importante ter o governo próximo da gente aqui, trazendo o esclarecimento sobre as queimadas e o risco de causar doenças para quem mora nas proximidades. Aqui, a gente tem o costume de fazer os aceiros, para que o fogo não chegue à propriedade e nas imediações, então nunca houve a ocorrência de focos ou de incêndio”, afirma.

A lavradora Paulina Lourenço das Neves, também de Brejinho de Nazaré, contou que o fogo circula a sua propriedade e considera importante a visita de conscientização. “Eu acho muito importante, porque, além de matar os bichinhos [animais], o fogo mata as árvores e destrói os ninhos dos passarinhos, então parabéns para vocês! Eu ouço rádio aqui e todo dia fala nisso, eu acho muito importante esse trabalho”, declarou Paulina das Neves.

A gerente de Educação Ambiental da Semarh, Thays Marinho, pontua alguns temas abordados. “Durante a visita, a gente fala da importância do aceiro na propriedade deles para, caso surja a ocorrência de um fogo descontrolado, evitar que uma fagulha adentre sua área. Entre outras orientações, reforçamos que estamos levando a educação ambiental por meio desse projeto para a população. Neste ano, antecipamos a ação de prevenção e é preciso a colaboração de todos, para obtermos, cada vez mais, melhores resultados”, enfatiza a gerente.

O registro parcial da semana apontou que, em Brejinho de Nazaré, uma das equipes visitou 27 propriedades, mas a média diária é de 8 a 10 visitas, por equipe. A diretora de Educação Ambiental para Sustentabilidade da Semarh, Erliette Gadotti, acredita que, além do apoio da gestão municipal, a distância mais curta entre os assentamentos favoreceu um maior número de visitas no município.

Em Monte do Carmo, os assentamentos são mais distantes, mas com o apoio municipal e o suporte de um guia, os técnicos também percorreram mais de 30 propriedades, em seis diferentes rotas, onde ocorrem mais queimadas no município.

Comitiva

Com a equipe técnica da Semarh, a ação da comitiva do projeto Foco no Fogo conta nesta semana com a parceria do Corpo de Bombeiros Militar (CBM/TO), da Defesa Civil do Tocantins, do Instituto Natureza do Tocantins (Naturatins), do Exército Brasileiro, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama/Prevfogo), do Batalhão de Polícia Militar Ambiental (BPMA) e da Energisa Tocantins/Distribuidora de Energia S.A.

Foco no Fogo

O projeto Foco no Fogo, lançado em 2020, tem o objetivo de conscientizar a população sobre os riscos e prejuízos causados pelas queimadas irregulares, bem como pelos incêndios florestais, tanto para o meio ambiente quanto para a saúde da população.

Em 2021, a ação preventiva do projeto alcançou 12 mil pessoas no Tocantins, com visita a 33 municípios. O projeto é uma iniciativa da Semarh, que conta com a adesão de 32 instituições, membros do Comitê do Fogo, e trouxe uma nova roupagem, para a ação do Estado do Dia D de combate às queimadas.