EDUCAÇÃO

Estudantes da rede estadual de ensino de Colinas se classificam para a fase final na Olimpíada Nacional de História

23/06/22 15:17:55 | Atualizado em: 23/06/22 15:17:55

Duas equipes do Colégio Militar do Estado – João XXIII, de Colinas do Tocantins, foram classificadas para a fase final na 14ª edição da Olimpíada Nacional de História do Brasil (ONHB). Uma delas, denominada de Ymbrynes conquistou o título de melhor equipe do Tocantins. A outra é a Caçadores de Poneglyph. Os membros dos dois grupos participarão das atividades da etapa final, que será realizada de forma presencial, na Universidade de Campinas (SP), nos dias 20 e 21 de agosto.

Do Tocantins, foram convidados os estudantes Maria Eduarda Ribeiro, Maria Fernanda Carilho e Guilherme Monteiro, todos com 15 anos e estudantes da 1ª série do ensino médio, eles são da equipe Caçadores. E os alunos Débora Nascimento, Ana Luísa de Brun e Francisca Khelrylany Rocha, todas com 16 anos, cursam a 2ª série do ensino médio e são da equipe Ymbrynes.

Ao todo, participarão da fase final 320 grupos, representando todos os estados brasileiros e o Distrito Federal, que concorrerão a medalhas de bronze, prata e ouro. Em 2022, a equipe da Olimpíada recebeu inscrições de 11,4 mil equipes, alcançando um universo de 73 mil pessoas, estudantes dos 8° e 9° anos do ensino fundamental e do ensino médio, com grupos formados por um professor orientador e três alunos.

A coordenadora pedagógica da escola, sargento Marlucy Albuquerque, ressaltou a alegria da equipe com a conquista. “Estamos muito lisonjeados, pois não foi fácil alcançar um resultado deste nível, após um período tão longo de aulas não presenciais. Os estudantes estão muito empolgados com a oportunidade de representar o nosso Tocantins. E também estão orgulhosos, por terem chegado até a fase final, concorrendo com alunos de escolas públicas e privadas de todo o Estado”, frisou.

A professora Aletícia Rocha da Silva participa da olimpíada há vários anos. Por onde passa, ela é uma incentivadora da ONHB e mobiliza os estudantes. “Participamos das atividades da olimpíada nos anos de 2020 e 2021, também fomos classificados para a fase final. Mas, este ano, está sendo diferente, porque o encontro será presencial. É uma alegria enorme. Agora, estamos mobilizando para conseguir recursos para que todos esses estudantes possam participar desse encontro em São Paulo. Neste período de férias, vamos continuar estudando com a turma para que possamos representar o Tocantins de uma forma digna”, explicou a professora.